Tamanho Ideal – Cortinas

A gente sabe que deixar uma casa funcional e bonita ao mesmo tempo não é exatamente uma tarefa fácil. Requer muita atenção aos detalhes e o domínio de alguns conhecimentos técnicos e, que às vezes, fazem toda a diferença. Com a escolha das cortinas é a mesma coisa, pode até parecer bobeira, mas não é não. Preparamos um guia para você desvendar esse mundo misterioso e múltiplo e não se perder na hora de comprar a sua! 🙂

Existe uma penca de opções no mercado e cada ano vem surgindo mais novidades, seja no funcionamento, no estilo ou nos materiais. Os critérios que devem ser levados em conta são muitos e vão bem além do quesito decorativo. As cortinas tem por objetivo controlar e/ou barrar a luminosidade, conferir privacidade e gerar conforto acústico e térmico também. Portanto, é importante ter em mente qual efeito você deseja obter e quais são as necessidades do seu ambiente, levando em consideração as atividades que se desempenham ali, a incidência solar, o nível de ruído proveniente da rua e “at last but not least” o espaço que você dispõe, obviamente.

Vamos lá?

Persianas

backg-persianas03

Persianas com aletas em alumínio branco

As persianas se caracterizam por lâminas móveis, sejam elas horizontais ou verticais, acionadas através de um sistema de fios, capazes de recolher todas as lâminas, assim como mudar sua inclinação. Existem no mercado opções de persianas em alumínio, PVC, madeira, tecidos convencionais ou emborrachados e bambu. A dimensão das lâminas também varia, indo de 15 à 60 milímetros.

O bacana desse sistema é que você pode, mesmo com o vão completamente fechado, controlar a intensidade de luz que você deseja que entre no ambiente regulando a inclinação das lâminas. É uma excelente opção para quem tem um ambiente devassado e gostaria de ter um pouco mais de privacidade sem perder a luminosidade ou bloquear a ventilação natural.

Para calcular a dimensão da sua persiana, meça a altura e a largura da sua janela. Acrescente 35 cm à altura. Destes, 15cm serão posicionados acima do vão para a fixação da persiana, e os 20cm se prolongarão abaixo da janela. Adicione 30cm a mais à largura, sendo 15cm para cada lado. Essas medidas adicionais garantem que a luz não vaze pelas extremidades.

Importante: se o seu ambiente tiver um pé-direito muito baixo e você quiser “alongar” essa sensação, calcule a altura da persiana sendo fixada junto ao teto (com apenas 5cm de distância), ainda mantendo os 20cm abaixo da janela.

Agora, umas dicas para definir qual material escolher:

  • As de madeira e bambu são ótimas aliadas na decoração por trazerem um clima todo especial para dentro dos ambientes, mas não são tão práticas de manipular como as de alumínio e PVC. Coloque em algum lugar em que elas ficarão a maior parte do tempo fechadas, ou então acabarão se tornando motivo de incômodo. E caso queiram usá-la em banheiros, optem pela de bambu, mais resistente à água e umidade.
  • As persianas com lâminas de alumínio e PVC são similares e mais fáceis de usar e limpar, ótimas opções para cozinhas ou áreas que tenham muita poeira. Para limpar, basta um pano úmido. Se o vão da janela for muito largo, as lâminas de alumínio ficam muito pesadas, e o peso danifica o mecanismo com o tempo. Para isso não acontecer, opte pelas de PVC que são mais leves.
  • As de tecido emborrachado, quando fechadas, vedam completamente a entrada de luz, funcionando como um black-out, por isso costumam ser usadas em quartos. A única contra-indicação é caso você tenha algum problema respiratório. Esses tipos de lâminas são as mais difíceis de limpar, e a poeira acaba entrando na trama do tecido. Um prato cheio para quem tem bronquite ou asma, por exemplo.

Painéis

Cortina-Painel-Panama-2

Painéis fechando vão da varanda

Os painéis são soluções indicadas para vãos de grandes dimensões, sejam eles portas ou janelas. As folhas correm em trilhos de alumínio e suas larguras podem variar de 80cm à 4m. Para a liberação total do vão, o painel pode recolher todo para um dos lados da janela, ou metade para cada lado. Garanta que haja espaço para isso.

Por ser um elemento longilíneo e mais simples, acaba trazendo sofisticação para o ambiente, característica essa que pode ser evidenciada ainda mais pela escolha do tecido, que podem ser de fibra natural, de poliéster, ou específicos para grande incidência solar.

Dicas:

  • Tecidos de fibra natural e translúcidos não são indicados para ambientes que produzem muita sujeira ou gordura como cozinhas e lavanderias.
  • Quando o tecido for sintético, pode ser lavado em casa. Caso contrário, procure uma empresa especializada.
  • Os tecidos mais encorpados e resistentes ao sol podem ser limpos com um pano umedecido e detergente neutro.

Cortina Romana e Cortina Rolô

3

Cortina Romana

cortina-rolo-blackout

Cortina Rolô

O sistema da cortina romana é similar às persianas. Ela é estruturada em módulos horizontais por varetas de sustentação que, quando recolhidos, formam “gomos”. A cortina rolô já é um pouquinho diferente. O tecido da cortina se enrola na parte superior da cortina, por isso o nome. O acionamento de ambos ocorre por um sistema de fios que permite a abertura completa ou parcial dos vãos, podendo ser de acionamento manual ou motorizado. As opções de tecidos são bem amplas, podendo ser mais decorativas ao se utilizar de tecidos de fibra natural, translúcidos ou com filtro solar.

Essas duas cortinas são modernas e cleans, combinam com qualquer ambiente e são excelentes opções para quem tem pouco espaço, pois elas correm rente à parede, não fazem volume e não ocupam as laterais da janela. O cálculo para dimensionar o tamanho das cortinas é o mesmo para a persiana.

Cortinas

imagem-2718

Cortina de tecido em varão

As cortinas convencionais, aquelas feitas em tecido, deixam seu ambiente muito mais elegante! Elas podem ser fixadas em varões ou em trilhos, os chamados “trilhos suíços”. A diferença entre os dois é bem simples: enquanto que o varão é de instalação mais simples e fixado na parede, ficando visível; o trilho é instalado no teto e demanda um elemento chamado “cortineiro” com a função de esconder a instalação, que geralmente é um recorte no rebaixo de gesso, com 15cm de largura.

Outra diferença entre os dois tipos de instalação para as cortinas, são os tipo de prega possíveis. Quando usa-se o trilho, as opções de prega são maiores, conferindo mais volume ao tecido.

O ideal é que as cortinas arrastem levemente no chão. É esse detalhe que dá o efeito mais elegante ao espaço, mas sabemos que isso também pode ser um problemão, já que a barra fica acumulando poeira. Uma solução simples é deixar a cortina 1cm mais curta, assim ela não arrasta e também evita de sujar.

Importante: certifique-se sempre com o fornecedor se a cortina já vem com o tecido pré-lavado ou se foi feita considerando um porcentagem de encolhimento. Assim você não perde a cortina depois de lavá-la.

Para calcular a metragem ideal de tecido para sua cortina e garantir o volume ideal, deve-se somar à largura da janela o total de 40cm (considerando-se 20cm para cada lado) e multiplicar o valor obtido por 2 (quando para tecidos encorpados, como: sarjas, crepes e veludo), ou por 3 (para tecidos leves, como: voile e seda).

Últimas dicas:

  • Cortinas de tecido escuro não são indicadas para ambientes em que haja pouca luminosidade, além do que elas retêm o calor, aumentando a temperatura do ambiente e podem desbotar sob luz solar direta.
  • Cores neutras dão mais liberdade na hora de mudar a decoração do cômodo, te deixando livre para ousar em outros elementos.
  • Seu uso não é indicado para banheiro. O excesso de umidade pode mofar o tecido.

Nós esperamos que esse post tenha te ajudado a decidir qual tipo de cortina instalar em sua casa. Mas caso você ainda esteja na dúvida – afinal, essa não uma das tarefas mais fáceis – manda um e-mail para casacotidiana@gmail.com com uma foto do ambiente em questão e suas características e necessidades. A gente responde de volta e te ajuda a decidir!

Anúncios

Um comentário sobre “Tamanho Ideal – Cortinas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s