Galeria de Estilos #4

Industrial Chic

Não é de hoje que a praticidade e o toque rústico das fábricas vem invadindo o mundo do design de interiores e da arquitetura. A verdade é que, com os espaços cada vez mais reduzidos dos imóveis disponíveis no mercado, esta tendência tem se mostrado uma opção extremamente funcional e cheia de personalidade para quem topa ousar um pouco mais na hora de montar a decoração da própria casa.

Nós aqui da Casa somos fãs declaradas do estilo, e por isso, hoje resolvemos trazer um pouco dele para fazer vocês se apaixonarem também. Chega mais! 😉

Imagem de inicio.jpg

O estilo industrial, que ao longo dos últimos anos também ganhou o charmoso apelido de Industrial Chic, tem seu berço na agitada Nova York da época entre os anos 50 e 70, período em que muitos galpões de antigas fábricas e armazéns começaram a ser transformados em alternativas de moradia, na época baratas, mas que logo ganharam o status de “sonho de consumo” para muita gente (me incluindo aqui, hein): os lofts!

Falem a verdade, quem de vocês nunca se viu cobiçando algum daqueles apartamentos super amplos, iluminados e estilosos que volta e meia vemos nos filmes de Hollywood?

Loft O Diabo Veste Prada.jpg

Loft que foi cenário do aclamado longa ‘O Diabo Veste Prada’, em NY

Como sonhar é bom, não é? Mas voltando à vida real, foi justamente desta necessidade de baixo custo e praticidade na hora de morar que elementos mais rústicos como o tijolinho original das paredes dos galpões, o concreto em sua forma mais crua e as tubulações aparentes ganharam os ambientes de forma irreversível no design de interiores. Aliados à muito metal, madeira e vidro, foram estes os elementos principais que deram nascimento a esse estilo tão versátil, ousado e popular que tanto nos conquista.

É claro que, de tempos para cá, outros tipos e opções de materiais passaram a integrar também esse time, expandindo as possibilidades de criação e combinações que se pode alcançar com o Industrial Chic, mas na essência, ele ainda mantém o ar fabril de sempre.

Sala 5.jpg

Esta sala é um bom exemplo do que acabamos de comentar, pois podemos ver os principais elementos do estilo funcionando em harmonia: o piso de concreto traz o cinza como base ideal para os elementos de metal que estão presentes nas esquadrias, na divisória de ferro ao fundo, na estante e também na iluminação, onde a escolha dos pendentes traz a referências das antigas luminárias das mesas de trabalho do passado. E nada de embutir fios! Aqui a tubulação fica aparente sem nenhum pudor!

Sala Pequena.png

Para os que já estão pensando em adotar o Industrial na hora da reforma, um detalhe interessante: quanto mais discreto for o rodapé que marca o perímetro do ambiente, mais cruas ficam as paredes, o que é um recurso interessante para trazer o clima de “galpão” ao seu espaço. Na escolha do mobiliário, detalhes em ferro, madeira, e o uso de cores sóbrias garantem o charme sério e improvisado do estilo, sem erro.

Cozinha 3 (Casa Vogue).jpg

Foto: Casa Vogue

A mescla de materiais também é sempre uma boa pedida para o casamento perfeito entre o rústico e contemporâneo deste tipo de decoração: o uso da laje aparente e a escolha do tijolinho nas paredes, aliados aos pendentes e banquetas de ferro trazem o toque do passado, enquanto que o aço inox, aqui presente nos armários e equipamentos, a madeira de linhas retas na bancada, e concreto envernizado no piso balanceiam o ambiente com ares mais atuais.

Quarto.jpg

Foto: Casa Cor

Tá vendo aquele tijolinho ali na parede da cabeceira? É papel! Sim… papel de parede, a maneira mais prática, rápida e simples de colocar texturas nos ambientes da sua casa sem precisar quebrar ou reformar nem 1 centímetro. Vale se inspirar também no uso de cores sóbrias como o cinza da pintura das paredes e o chocolate no tom das madeiras do piso e do mobiliário. Tudo isto, combinado aos tons crus do tapete e tecidos da cama, contribuem para a criação de um ambiente que nos remete sim ao Industrial, mas sem perder o aconchego gostoso que todo quarto pede.

Banheiro 4.png

Dêem uma olhada nesses banheiros… são lindos, não é? Aqui a referência do estilo fica por conta, mais uma vez, das tubulações aparentes que, aliadas às diferentes escolhas de cores e materiais, têm resultados completamente diferentes.

No da esquerda, o cinza das paredes e o preto das luminárias e outros pequenos detalhes, como a moldura do quadro, conferem à decoração um ar mais sóbrio, que só é quebrado pelo tom quente da madeira na bancada. Enquanto isso, o banheiro da direita traz a escolha do bronze, na tubulação da parte hidráulica, aliada ao tom rosé do revestimento de tijolinhos esmaltados, que como já dissemos, é destaque deste estilo, mas aqui, ganhou um toque mais feminino.

E tem mais ambientes para vocês se inspirarem… dá só uma olhada?

Sala 6.jpg

Sala 4.jpg

Sala 2.jpg

Gostou do Industrial Chic? Pensando em adotar algumas das ideias que mostramos para a decoração da sua casa? Então passa lá no Pinterest que fizemos uma board especial só desse estilo pra ajudar você!

E até o próximo post! 😉

NOTA: Algumas das imagens contidas nesse post foram reproduzidas através do Google e não possuem referências para concessão de direitos autorais. O usuário que identificar propriedade e quiser se manifestar com relação ao conteúdo aqui publicado pode entrar em contato conosco, ok?

Anúncios

3 comentários sobre “Galeria de Estilos #4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s